Pesquisar no Abadia em foco

04/10/2018

Suspeito de matar empresária na frente dos filhos pode ser conhecido da vítima

Delgado suspeita que um dos moradores da região seja o assassino; homem pode ter atirado contra a mulher para não ser reconhecido
Shirley Gonçalves da Silva foi morta na frente dos filhos e do marido. (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)
O suspeito de matar a empresária Shirley Gonçalves da Silva, de 35 anos, na frente dos filhos, de 2 e 14 anos, pode ser conhecido da vítima. O crime ocorreu na noite desta quarta-feira (3), na casa da família no Setor Buriti Sereno, em Aparecida de Goiânia.

O delgado Diogo Luíz Barreiras Gomes, responsável pelo caso, suspeita que um dos moradores da região seja o assassino e que ele tenha atirado contra a mulher para não ser reconhecido. “Nós estamos ouvindo o indivíduo, mas ele está negando tudo. Ontem a Polícia Militar chegou a abordar ele e o primo logo após a ocorrência, mas ainda são apenas suspeitas”, contou.

De acordo com o delgado, o filho mais velho e a prima da vítima já foram ouvidos, mas o marido ainda não prestou depoimento. “O suspeito se encaixa com as características que as testemunhas apontaram. Nós encontramos uma pegada no local que é compatível com a do suspeito”, disse Diogo. O corpo de Shirley foi velado nesta tarde no Cemitério Jardim da Paz.
Caso

Shirley chegava em sua casa com o marido e dois filhos. Ao descer do veículo para abrir o portão da residência, se deparou com dois indivíduos que estavam no interior do imóvel.

Os criminosos anunciaram o assalto e, durante a ação, pediram para que a família informasse a senha do cofre que tinha cerca de R$7.800. Além de levar o dinheiro, os assaltantes pegaram dois aparelhos celulares e uma motocicleta Honda Titan 150.

Segundo a PC, após roubarem os objetos, um dos criminosos disparou duas vezes contra Shirley. Os tiros acertaram a cabeça e o pescoço da vítima. Em seguida, os assaltantes fugiram e abandonaram a motocicleta próximo da residência.

Do Mais Goiás