Pesquisar no Abadia em foco

21/09/2018

TRISTEZA E SAUDADE É O QUE RESTOU

“Ontem, ao atender ao telefone que insistentemente exigia minha atenção, o meu mundo desabou”. Entre soluços e lamentos, a voz do outro lado da linha me informava que o meu melhor amigo, meu companheiro de jornada, meu ombro camarada, havia morrido.
Desabafo
Meu lindo e maravilhoso amigo Heraldo Lage, ontem e hoje o sol não brilhou, os pássaros não cantaram, os risos se calaram e as lágrimas rolaram em meu rosto.

Meu coração sofre em silêncio sinto sua falta nunca haverá lugar para o esquecimento, só para a saudade desse amigo irmão que durante a vida me trouxe tantas alegrias.

Sentirei sua falta.

Seus dias de luta terminaram, seus dias de glória chegaram, e agora o céu azul é todo seu. 

O que restou de nos as lembranças de um tempo bom que não volta mais. Os risos trocados, os abraços apertados, as histórias contadas, a música que cantava e me envolvia, o colo e o ombro amigo que sempre me dava nos maus e bons momentos da minha vida. As visitas a amigos, os passeios na praia e nos mais diversos lugares... 

Agora meu amigo irmão tudo o que sinto é essa saudade doida esse vazio na alma e a certeza que Jamais esquecerei cada momento que vivemos juntos.

Descansa em PAZ meu lindo e querido amigo.