Pesquisar no Abadia em foco

03/09/2018

Lucas Virgílio percorre região metropolitana de Goiânia e recebe apoio de lideranças locais

O candidato se reuniu com cidadãos dos municípios de Abadia de Goiás, Aragoiânia, Trindade, Guapó entre outras da região. 
Em visita pela região metropolitana de Goiânia, o candidato a deputado federal Luca Virgílio reafirmou seu compromisso com os produtores rurais da região. Entre as pautas apresentadas, estão infraestrutura logística, educação e saúde. O candidato se reuniu com cidadãos dos municípios de Abadia de Goiás, Aragoiânia, Trindade, Guapó entre outros municípios da região. 

A região está passando por um processo de transformação com o processo do desenvolvimento dos programas da agricultura e implantação de empresas e indústrias que vem se instalando nos municípios melhorando a qualidade de vida da população principalmente em Abadia de Goiás. 

Apesar dos avanços registrados nos últimos anos, ainda faltam investimentos em infraestrutura de estrada e pontes para atrair mais empresas. “Os pecuaristas da região ficam reféns de algumas indústrias e por isso a necessidade de tornar o ambiente atrativo, com melhorias na infraestrutura e redução da carga tributária. E acredito que Lucas Virgílio é a pessoa que pode e vai trabalhar pelas demandas da nossa região na Câmara Federal”. 
Além de escutar os cidadãos, Lucas Virgílio também visitou alguns pontos que requerem investimentos, como a GO-469, que liga Abadia de Goiás a Aragoiânia, importante via para escoar a produção de grãos. “Esta via é fundamental para o transporte da produção dos agricultores e pecuaristas e trará competitividade aos produtos e dignidade a todos os moradores dos municípios da região”. 

Depois de se reunir com a população, o prefeito Romes Gomes e Silva de Abadia de Goiás, reafirmou seu compromisso com o candidato. 
O candidato afirmou que a agropecuária é a principal fonte de recursos para setores essenciais como educação, saúde e segurança. “É a agricultura e a pecuária que geram empregos para os trabalhadores e arrecadam impostos para custear o Estado”. “O campo e a cidade são interdependentes e precisam se integrar para melhorar a qualidade de vida da população”, afirma Lucas Virgílio. 

Foto: assessoria da prefeitura