Pesquisar no Abadia em foco

10/05/2018

José Eliton afirma que avanço social requer inclusão e autonomia, propósitos de sua gestão

 
O governador José Eliton se reuniu na tarde de ontem, no Palácio das Esmeraldas, com prefeitas, vice-prefeitas e primeiras-damas de Goiás para debater mecanismos de desenvolvimento e inclusão social nos municípios goianos, a partir do empreendedorismo. O Encontro de Mulheres também teve como objetivo mostrar o trabalho desenvolvido pela OVG e apresentar sua nova Diretoria, tarefa que foi realizada pela primeira-dama e presidente de honra da Organização, Fabrina Müller.

José Eliton destacou que avanço social requer inclusão e autonomia e que, pra tanto, é preciso investir em qualificação e incentivar o empreendedorismo. “Precisamos proteger e salvaguardar aqueles que precisam de apoio imediato, mas também promover inclusão social a partir da qualificação e do fornecimento do microcrédito. Ganha cada vez mais relevo essa agenda de buscar trazer as pessoas dos programas sociais para que possam ter oportunidade de construírem um futuro melhor. E as prefeitas e primeiras-famas podem ofertar para a população essa oportunidade, promovendo Justiça social e desenvolvimento econômico”, afirmou. 

José Eliton destacou que Goiás construiu, nas gestões do ex-governador Marconi Perillo, uma grande agenda social, e que a missão é avançar cada vez mais nesse cenário promissor, e garantir qualidade de vida para os cidadãos. “Nossa agenda tem sempre que se integrar com as demandas modernas, com os novos anseios da população”, frisou. 

Fabrina Müller destacou que objetivo do encontro é proporcionar às mulheres gerarem novas alternativas de inclusão social e prosperidade. Os superintendentes do Banco do Povo, Danilo Rabelo, e do Sebrae, Igor Montenegro, falaram sobre as possibilidades e facilidades de empreender. “O Banco do Povo auxilia quem quer começar um pequeno negócio do zero. Pode ser dentro de casa, em qualquer ramo. Qualquer pessoa com vontade pode empreender, gerar emprego e qualidade de vida”, afirmou Danilo. 

Fabrina ressaltou que cabe ao governo ampliar as oportunidades de autonomia e inclusão social. “Quando uma pessoa evolui, influencia o seu meio, fazendo com que outras consigam evoluir também. Estamos sempre à disposição para apresentarmos muitos programas, ouvirmos com atenção, ampararmos, dar direcionamento”, assegurou.

Do diariodegoias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário