Pesquisar no Abadia em foco

06/04/2018

"Marconi Perillo deixa o governo com maestria na área da habitação", diz o ministro das Cidades, Alexandre Baldy

O governador Marconi Perillo e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, vistoriaram a construção das 1.080 casas sobrepostas (sobrados com quatro casas por unidade) do Jardim Cerrado, na Região Oeste de Goiânia nesta sexta-feira (6), parceria do Governo de Goiás, Ministério das Cidades e Prefeitura de Goiânia. "Estamos aqui celebrando essa parceria de sucesso para entregarmos mais de mil moradias, obra que representa a realização do sonho de famílias goianienses", ressaltou Marconi.

Os imóveis já estão prontos e a previsão é de que sejam entregues após a conclusão dos trâmites burocráticos, ainda neste semestre. "Nos próximos dias entregaremos essas casas", confirmou Baldy ao destacar que "Marconi Perillo deixa o governo com maestria na área da habitação".

O governador determinou à Agehab a liberação de um aporte de R$ 16,2 milhões do Cheque Mais Moradia que possibilitou prestações acessíveis para as famílias, com parcelas que variam de R$ 80,00 a R$ 270,00. “Esse valor só pode ser praticado porque o governo construiu importantes parcerias que permitem que a moradia chegue a quem mais precisa”, afirmou o presidente da Agehab, Cleomar Dutra.

Graças às parcerias, a prestação para o beneficiário não deve ultrapassar 30% da renda da família, financiados pela Caixa. Além das parcelas do financiamento, o beneficiário terá que arcar com as despesas de condomínio. O recurso federal investido no empreendimento é de R$ 64 milhões do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). "É o resultado de conjugação de forças, de um mesmo ideal", salientou o prefeito de Goiânia, Íris Resende.

Cada unidade, de 42,9 m², é composta por dois quartos, sala, cozinha, área de serviço, banheiro e área de lazer completa. Os imóveis estão sendo construídos com recursos do Cheque Mais Moradia, do Governo de Goiás, no valor de mais de R$ 16,2 milhões, em parceria com a Caixa Econômica Federal (Fundo de Arrendamento Residencial–FAR) e a Prefeitura de Goiânia.

A superintendente da Caixa em Goiás, Marise Fernandes, parabenizou o governador pelo "legado deixado ao povo de Goiás na área de habitação", e pelas "parcerias de sucesso com o Programa Minha Casa - Minha Vida".

O vigilante Adriano Neres, de 32 anos, está entre os beneficiados que em breve estarão morando com suas famílias no Jardim Cerrado. Casado e pai de um filho, ele relatou que vai ficar livre do aluguel de R$ 600,00, "o que é um alívio para a minha despesa mensal e uma grande satisfação de poder morar numa casa própria, bonita e com todo o conforto que uma família merece". Ele pagará uma prestação bem menor e vai morar num imóvel de sua propriedade.

Transparência na seleção dos beneficiários - O processo seletivo dos beneficiários aconteceu na sede do Ministério Público Estadual, com acompanhamento do Ministério Público Federal. O sorteio foi eletrônico é 100% auditável, com transmissão ao vivo pela internet, realizado com softwares criados pela equipe da Agehab. Cópias do banco de dados e do código fonte do software, antes e depois do sorteio, são entregues ao Ministério Público Federal.

Alexandre Baldy anunciou, esta semana, investimentos superiores a R$ 29 milhões em obras de desenvolvimento urbano e infraestrutura nos municípios de Cidade Ocidental, Novo Gama, Jesúpolis e Itaguaru.

O ministro anunciou, ainda, a construção de 590 casas em Aparecida de Goiânia e Planaltina com recursos do programa Minha Casa, Minha Vida. As obras vão contemplar 2 mil pessoas e representam investimento de R$ 46,5 milhões.~

Do diariodegoias

Nenhum comentário:

Postar um comentário