Pesquisar no Abadia em foco

04/03/2018

Acusado de matar caminhoneiro é preso numa mata em MT



Policiais do 4º Pelotão Polícia Militar Feliz Natal prenderam na tarde de quinta-feira (01.03) Giovane Gonçalves, 27, por porte ilegal de arma de fogo. Suspeito de matar um caminhoneiro no mesmo município (a 530 km de Cuiabá), ele confessou a autoria do assassinato, de W.S., de 60 anos, no dia 23 de fevereiro deste ano.

O acusado estava escondido em uma área de mata entre as comunidades ‘Cruzeirinho’ e Santa Terezinha, na ponte do rio Ferro, já da divisa dos municípios de Feliz Natal e Nova Ubiratã. Junto com eles estavam outros três homens suspeitos de outros crimes que também acabaram detidos.

Nessa ação, desencadeada com apoio de um investigador da delegacia local, a PM teve a colaboração de moradores que suspeitaram da presença de quatro homens que estavam em duas motos saindo e entrando em uma área de mata. Conforme narrativa dos policiais (BO 2018.70124), enquanto bebia em um bar de uma comunidade rural um dos suspeitos, posteriormente identificado como Giovane, confessou o assassinato.

Ao ser preso, Giovane confirmou a autoria, porém disse que em 2017 a vítima havia estuprado a sobrinha de sua ex-mulher, uma menina de 12 anos. E ainda, que soube do estupro enquanto estava preso na Cadeia de Sorriso cumprindo pena por roubo.

Giovane estava em liberdade há apenas 20 dias. Ele foi entregue, juntamente com o revólver, à Delegacia de Polícia de Feliz Natal.