Pesquisar no Abadia em foco

13/08/2017

Motorista da Uber é morto a facadas após ser assaltado em Aparecida de Goiânia



Um motorista da Uber foi morto a facadas após ser assaltado por dois homens, em Aparecida de Goiânia. Segundo a Polícia Civil, Welder da Silva Marques, de 32 anos, recebeu o chamado para uma corrida por meio do aplicativo, no Setor Cidade Satélite São Luís. No entanto, durante a viagem, os supostos passageiros anunciaram o crime e depois o assassinaram. Eles foram presos.

Em nota, a Uber lamentou o ocorrido e disse que tem trabalhado em vários pontos para aumentar a segurança de motoristas e passageiros.

O homicídio ocorreu na noite de sexta-feira (11). De acordo com o delegado regional de Aparecida de Goiânia, André Fernandes, cada um dos suspeitos portava uma faca. Durante o assalto, eles obrigaram Welder a dirigir até a Serra das Areias.

"Lá, quando eles desceram, os criminosos pegaram a carteira e o dinheiro do motorista, que tentou fugir, mas foi alcançado e esfaqueado. Depois, a dupla fugiu levando o veículo", explicou.

A vítima ainda conseguiu pedir socorro e foi levado por um morador da região ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Os suspeitos foram localizados pela PM depois que passaram por um posto de saúde, pois um deles machucou a mão ao golpear a vítima e buscou socorro.

Durante a abordagem, conforme a PM, houve troca de tiros e o mesmo rapaz foi alvejado. Ele recebeu atendimento e depois foi detido, assim como o comparsa. O delegado afirmou que ambos confessaram o crime.

O veículo, assim como pertences de Welder, foram recuperados. Uma das facas usada no homicídio foi apreendida.

Os dois presos devem responder por latrocínio consumado, que é o roubo com resultado morte. Se condenados, podem pegar entre 20 e 30 anos de cadeia.

Por Sílvio Túlio, G1 Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário