Pesquisar no Abadia em foco

08/08/2017

Governo entrega 10 mil novas Bolsas Universitárias e anuncia inscrições para mais 9 mil

Os novos bolsistas vão assinar termo de compromisso de adesão à Bolsa Universitária em ato no Ginásio Goiânia Arena
(Foto: Eduardo Ferreira)
O governador Marconi Perillo e a presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), a primeira-dama Valéria Perillo, entregam nesta terça-feira (8) mais 10 mil Bolsas Universitárias e anunciam a abertura de outras 9 mil novas vagas para o programa de inclusão ao ensino superior no Estado. Os novos bolsistas vão assinar termo de compromisso de adesão à Bolsa Universitária em ato no Ginásio Goiânia Arena, com transmissão ao vivo pelo Facebook do Governo de Goiás (www.facebook.com/GovernodeGoias) e do governador (www.facebook.com/MarconiPerillo).

O Programa Bolsa Universitária foi criado pelo governador Marconi Perillo em 1999 e, desde então, 180 mil estudantes menos favorecidos social e economicamente foram beneficiados em todo o Estado. O diretor-geral da OVG, o major da Polícia Militar Anderson Augusto Tavares de Souza, explica que serão concedidas 9 mil bolsas parciais e mil integrais.

O aluno deve levar já impresso o Termo de Compromisso e a credencial com o nome. Para isso, também precisa acessar o site da OVG, clicar no portal Programa Bolsa Universitária e no link INSCRIÇÃO, colocando o CPF ou número de inscrição para, em seguida, imprimir os documentos.

Caso queira levar acompanhante, o aluno deverá retirar credencial também para ele. Deve levar ainda para o evento uma caneta preta ou azul a ser utilizada no preenchimento dos formulários. Durante o evento de inclusão, haverá palestra com o filósofo, historiador e professor da Universidade Estadual de Campinas, Leandro Karnal, com o tema “Conhecimento, Trabalho e Tempo”.

A bolsa parcial se destina a alunos com renda bruta familiar de até seis salários mínimos. Já a bolsa integral contempla os universitários com renda bruta familiar de até três salários mínimos. O programa é destinado a alunos matriculados em instituições particulares de ensino superior no Estado de Goiás ou em Fundações que cobram mensalidade, que sejam credenciadas com a OVG.

Novas inscrições começam na sexta-feira (11)

A Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) abre na sexta-feira, 11 de agosto, inscrições para o processo seletivo 2017/2 do Programa Bolsa Universitária. Serão oferecidas nove mil bolsas, sendo oito mil parciais e mil integrais. As inscrições, que prosseguem até dia 20 deste mês, devem ser feitas somente no site da OVG (www.ovg.org.br).

Após acessar o site, o estudante deve clicar no Portal Bolsa Universitária, no lado direito da página, e entrar em inscrições. O candidato precisa ler com atenção o edital para se inteirar de todos os requisitos exigidos para concorrer a uma bolsa de estudos. O edital contém todas as informações e esclarecimentos sobre o assunto. O próximo passo é clicar no link para preencher o formulário de inscrição. Após concluir o preenchimento, ele tem que imprimir o formulário.

Podem concorrer ao benefício estudantes matriculados em instituições de ensino superior privadas ou em fundações municipais que cobram mensalidade, situadas em todo o Estado de Goiás e credenciadas do PBU. O critério socioeconômico é sempre o principal parâmetro de avaliação para a seleção dos beneficiados. Estão aptos a concorrer à bolsa universitários que comprovem renda familiar de até seis salários mínimos, para pleitear a bolsa parcial; e de até três salários mínimos, para concorrer à bolsa integral.

No dia 5 de setembro será divulgada a convocação para a entrevista com a respectiva data no site da OVG. As entrevistas terão início no dia 11 de setembro, na capital e no interior do Estado. Durante a entrevista, os estudantes convocados deverão apresentar toda a documentação exigida no edital.

O aluno deverá ter em mãos o formulário de inscrição impresso, foto 3×4, cópias e originais dos documentos pessoais e apenas cópia dos documentos do grupo familiar. É importante checar no edital a relação de todos os documentos. O não comparecimento do candidato resultará na desclassificação automática do processo seletivo.

Seleção com base em critério socioeconômico

Os incluídos foram selecionados com base em critérios socioeconômicos definidos pelo Programa Bolsa Universitária, que considera o desempenho acadêmico como requisito para definição do valor do benefício. O processo seletivo recebeu 25.730 inscrições de candidatos à bolsa.

O Programa Bolsa Universitária tem 75 Instituições de Ensino Superior cadastradas, beneficia estudantes de 224 municípios goianos e conta com 1.200 entidades parceiras para o cumprimento da contrapartida, uma exigência feita aos bolsistas, que passam a atuar em instituições governamentais ou não governamentais, cumprindo jornada compatível com seus horários na faculdade ou no emprego.

Do Mais Goiás