Pesquisar no Abadia em foco

17/06/2017

Prefeitos e cidadãos decidem destino dos recursos no Programa Goiás na Frente

marconi coletiva
“Qual é a melhor forma de aplicar o dinheiro público? A sociedade é quem diz”, afirmou hoje o governador Marconi Perillo, durante inauguração da revitalização de uma avenida, em Padre Bernardo. Marconi destacou o que considera uma das principais características do Programa Goiás na Frente: atender as demandas definidas pela população, em conjunto com os prefeitos. Ressaltou que, desde que o Goiás na Frente foi formulado, o governo estadual definiu que os gestores e a sociedade que definiriam o destino dos recursos.

“A sociedade é quem diz: olha, nós precisamos primeiro dessa prioridade; segundo, daquela. Essa é a forma mais direta de um governante interagir com as pessoas; levando ao povo o direito de escolher suas prioridades, para que o governador, de forma planejada, invista nas parcerias com os prefeitos, vereadores, e com a sociedade. Esse é o nosso conceito de administração, e o Goiás na Frente tem esse objetivo”, reiterou.
“Eu não estou mandando prefeito fazer isso ou aquilo. Ele, seus secretários, vereadores e a população, é que estão decidindo onde vão aplicar, e da melhor maneira possível, esse dinheiro para que ele renda, com obras de qualidade e que atendam a toda a gente”, completou. No ano passado, logo após o final das eleições, Marconi começou a receber os prefeitos em audiências individuais para ouvir deles quais eram as principais necessidades de seus municípios, e a melhor maneira de o governo estadual ajudá-los. De novembro de 2015 a fevereiro deste ano, ele atendeu os gestores dos 246 municípios goianos.
A partir da definição dos investimentos prioritários para cada cidade, fixou com os prefeitos o valor que seria destinado aos municípios. A única contrapartida das prefeituras é providenciar as certidões e documentos necessários para a viabilização das parcerias. Elas não têm nenhum gasto com as obras realizadas. Os investimentos são repassados a fundo perdido.
Os 246 municípios serão contemplados com recursos do Goiás na Frente. O governador Marconi já começou a percorrer, um a um, os municípios para efetivar as parcerias e já inaugurar algumas obras. Neste mês, ele está visitando 60 cidades e, até o final de setembro, deverá ter percorrido todos os municípios.
O Goiás na Frente prevê R$ 9 bilhões de investimentos em obras e serviços em todas as regiões do Estado. Do montante, R$ 6 bilhões são provenientes do Tesouro Estadual e R$ 3 bilhões de recursos privados, dentre eles 600 milhões de dólares da privatização da Celg D/Enel. O programa está dividido em quatro setores de investimentos: obras rodoviárias, obras civis, e nas áreas da Saúde e Educação.