Pesquisar no Abadia em foco

01/06/2017

Caldazinha recebe oficina de mobilidade e expansão urbana

A Mobilidade e Expansão Urbana na RMG, questões que fazem parte do Plano de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Goiânia- PDIRMG, será o assunto em evidência desta quinta-feira, dia 01, em Caldazinha, na 12ª Oficina Temática que a Secretaria do Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos- Secima. O evento acontece no período vespertino, no Salão de Eventos da Igreja Assembleia de Deus, com debates entre comunidade, representantes do Governo, Crea e diversas entidades públicas, privadas,associações de bairros, sindicatos e sociedade civil.


O secretário da Secima, Vilmar Rocha adiantou que em breve todos os prefeitos dos 20 municípios que compõem a RMG apresentarão para o governador Marconi Perillo um detalhamento do desenvolvimento do Plano em seus respectivos municípios. Ele explicou que a primeira frente do PDIRMG é melhorar a qualidade dos serviços públicos da RMG, e as discussões entre os pares nas oficinas servem para consolidar a convergência entre os municípios envolvidos no processo para a aplicação das diretrizes na rede de transporte coletivo, mobilidade, abastecimento de água, conforto ambiental e técnico, além da otimização de serviços sociais gerando uma melhoria na qualidade de vida do cidadão da RMG.

O superintendente Executivo de Assuntos Metropolitanos, Marcelo Safadi, explicou que essa participação, o compartilhamento de ideias entre os gestores públicos e sociedade na elaboração do Plano Integrado da RMG vai dar mais eficiência aos interesses públicos comuns. “Estamos fazendo um amplo diagnóstico e as oficinas servirão para ouvir as demandas e oportunidade para alavancar a economia local de cada um”, ressaltou Safadi.

O Plano de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana de Goiânia está sendo coordenado pela Secima e pela Universidade Federal de Goiás (UFG). O principal objetivo é a implantação da Região Metropolitana, adaptando a legislação estadual ao novo Estatuto da Metrópole, Lei 13.089, de 12 de janeiro de 2015, que busca solucionar os gargalos hoje existentes, além de proporcionar maior autonomia na implementação das funções públicas de interesse comum aos municípios que compõem a RMG.

A Região Metropolitana de Goiânia foi criada pela Lei Complementar nº 27 de 30/12/1999, e é composta por 20 municípios: Abadia de Goiás, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela vista de Goiânia, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Caturaí, Goianápolis, Goiânia, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Nerópolis, Nova Veneza, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Terezópolis de Goiás, Trindade.

Ao término das oficinas em todos os municípios da RMG, inicia-se a fase do prognóstico, e em seguida a fase final de elaboração do Plano, que dará origem a um documento a ser analisado, avaliado e deliberado pelo Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Goiânia- Codemetro, que ao final encaminhará a Minuta de Lei para aprovação na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás para as devidas tramitações com votação e publicação da lei.