Pesquisar no Abadia em foco

12/12/2018

Central Distribuidora de Bebidas do Silva

Na Central Distribuidora de Bebidas do Silva você encontrará um atendimento de alta qualidade. A distribuidora é completa e dispõe de grande variedade de marcas e produtos, como por exemplo:

*Cervejas

*Refrigerantes

*Destilados

*Gelo

*Carvão

*Água Mineral

*Gás para cozinha

Venha conferir.

Abadia de Goiás: Vereadores escolhem Próxima Mesa Diretora e Comissões do Legislativo Municipal.

Será realizada na sexta-feira 14, às nove horas, na Câmara Municipal de Abadia de Goiás, a eleição para a escolha na Mesa Diretora e das Comissões Permanentes do Poder Legislativo local para o próximo ano. 

O mandato, tanto para a Mesa Diretora como para as Comissões Permanentes, é de um ano. Cada vereador, no caso da Presidência, pode ser eleito para até dois mandatos por legislatura. Na Mesa, serão escolhidos presidente, vice-presidente, 1º secretário e 2º secretário. 

Entre as comissões, que deliberam sobre os assuntos mais relevantes para a sociedade abadiense, destacam-se a de Legislação, Justiça e Redação e a de Finanças e Orçamento, que analisam conjuntamente todos os projetos de lei que entram para a pauta de votações. 

O processo de escolha é aberto à população e terá transmissão ao vivo pelos meios de comunicação da Rádio Sol e da Câmara Municipal de Abadia de Goiás. 

Atualmente, a Presidência é ocupada pelo vereador Luiz Ângelo de Urzeda (PSDB), enquanto o 1º Secretário é Rennam Claudino Marinho (PSD) e o 2º Secretário, Vanderlei Alves de Carvalho (PHS). A Vice-Presidência é ocupada pelo vereador Edwaldo Lourenço Júnior (PR). 

Nos do site Abadia Em Foco, tem a honra de convidar a toda população abadiense para participarem da Sessão Ordinária de eleição da nova mesa diretora para o Biênio 2019-2020, às 9 horas da manhã desta sexta feira 14 de Dezembro no plenário da Câmara Municipal do município. 

Venha participar desse ato importante na história do Legislativo de Abadia de Goiás. 

Não perca esse momento. 

Câmara Municipal de Abadia de Goiás
Av. Francisco Paiva da Silva, S/N Praça dos Poderes - Jardim Nova Abadia
Abadia de Goiás.

10/12/2018

O vereador professor Júnior e sua família deseja um Feliz Natal e um Ano Novo muito próspero a todos!

Natal é a ternura do passado, o valor do presente e a esperança de um futuro melhor. É comungar com as pessoas que amamos a fartura e o amor que nos foi dado pelo sacrifício de um homem que nasceu menino e subiu aos céus para sentar-se ao lado do Criador. É o desejo mais sincero de que cada coração se encha com bênçãos ricas e eternas e que cada caminho nos leve à paz. 
Boas festas para todos! 

E UM FELIZ 2019

Essa é a minha mensagem de natal para você, com muito carinho.





09/12/2018

Vereador Vanderlei Alves de Carvalho ( Delei ) e sua família, deseja um Feliz Natal e um Próximo Ano Novo de vitórias a todos

As sementes da vida precisam ser semeadas com paz e amor, e assim, poder gerar o alimento que precisamos para viver.
Viver com alegria, coragem e determinação de seguir adiante.
Viver o presente com sabedoria e plenitude para que o ontem seja um sonho de felicidade e cada amanhã uma visão de esperança.
Feliz Natal e um Ano Novo cheio de realizações…

O Silva e sua família da Central Distribuidora de Abadia de Goiás, deseja aos seus clientes e amigos um ótimo Natal e um Ano Novo vitorioso

Que neste Natal e em todos os dias do próximo ano, possamos fazer de Jesus nosso melhor amigo, pois Ele é o maior motivo do Natal e da nossa existência. Feliz Natal e um novo ano cheio de amor, paz, amizade, humildade e sabedoria.

Assaltante morre em troca de tiros com a PM durante assalto a joalheira, em Inhumas

O trio de bandidos tentou assaltar um joalheria localizada no centro da cidade.
Foto: Reprodução
Um assaltante que integrava um trio de bandidos morreu numa troca de tiros com a Polícia Militar (PM) no começo da tarde desta sexta-feira (7/12), em Inhumas, a 50 quilômetros de Goiânia. O trio tentou assaltar um joalheria localizada no centro da cidade. Os outros dois foram capturados pelos policiais. O assalto a joalheria não chegou a se concretizar.

Segundo informações da Polícia Civil (PC), que também participou da ação de captura dos assaltantes, o trio armado tentou roubar a Joalheria Raísa, localizada na Rua Goiás, no centro da cidade de Inhumas, por volta de meio-dia.

Entretanto, o assalto foi frustrado pela chegada da polícia ao local. Os três homens, que ainda não tiveram os nomes divulgados, então, começaram a trocar tiros com os policiais. Um deles acabou sendo atingido pelos disparos, vindo a óbito no local.

Os outros dois, ainda segundo a PC, foram detidos e encaminhados para exames médicos. Eles serão conduzidos para a delegacia da cidade.
Crédito do vídeo: Bill Guerra
Autores de outro assalto a joalheria foram presos em setembro deste ano

Em setembro desta ano, a PC cumpriu mandados de prisão temporária e preventiva contra os autores do roubo a uma joalheria no Goiânia Shopping, ocorrida em julho deste ano. A operação foi realizada pela Grupo de Repressão a Roubos da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GARRA/DEIC).

De acordo com a polícia, o crime foi premeditado e as joias roubadas foram trocadas por armas de fogo, como pistolas com rajada, fuzil e metralhadora.

Depois do crime, os suspeitos teriam se encontrado em Abadia de Goiás para dividir os frutos do roubados. Carlos Antônio Laer então fugiu para a cidade de Campos Belos, onde foi preso no último dia 20/9. Lá, ele atuava no tráfico de drogas.

Teir Suspensão deseja a todos um Feliz Natal e um Feliz 2019

"Está chegando o Natal, tempo de celebrar o nascimento de Jesus, e o nascer de um Novo Ano. Tempo de reunir a família e os amigos para celebrar a união, o amor e a vida. Desejo que neste Natal possamos desfrutar cada momento com muita alegria e paz. E que 2019 seja um ano de muitas realizações, de muitos avanços e muitas conquistas".

07/12/2018

Professor Lucas do Avançar estende as mãos aos mais necessitados

Enquanto muita gente poderosa vê o natal como festa de ostentação, farras, bebidas e muita fartura em suas mesas, o professor Lucas Afonso diretor do Avançar; escola de treinamento especial para profissionalizantes em parceria com o Colégio Estadual Manoel Libaneo em abadia de Goiás, fez o que já faz a muitos anos, ajuda o povo mais carente levando um pouco de carinho, solidariedade e alimentos aqueles que muitas vezes não tem o essencial em suas mesas no natal. 
Parabéns Professor pela a iniciativa de ajudar a população, mas necessitada de Abadia de Goiás.

Vereador Zé da Patrola deseja um Feliz Natal e Feliz Ano Novo a população abadiense.

Ao término deste ano, quando os sentimentos de fé e esperança se renovam, agradeço a você, seus familiares e amigos que, com seu voto me deram a oportunidade de representar esta terra que me adotou como filho. Sinto-me privilegiado por contar com sua amizade e confiança.

Como representante na Câmara de Vereadores de nossa cidade, desejo que as alegrias do Natal e das Festas de Ano Novo, se estendam por todos os dias de 2019, com muita saúde e prosperidades para todos os Abadienses.

Acreditem que sempre há alguém que aposta no bem comum, que é possível se legislar com simplicidade, coerência levando a política a sério. Assim, o mérito é de cada um que colaborou, e a Vitória é de todos. Por isso, com o coração cheio de gratidão, suplico a Deus, para que o Natal e o Ano Novo que se aproximam, fortaleça em nós a decisão de se lutar cada vez mais por um mundo mais justo, mais fraterno e cheio de PAZ.

06/12/2018

Polícia prende 24 suspeitos de integrar grupo de roubo de carros comandando por dois detidos em cadeia de Goiás

De acordo com a investigação, organização também traficava drogas. Entre os presos estão quatro mulheres.

Polícia prende 24 suspeitos de integrar grupo de roubo de carros chefiado da prisão
JA 1ª Edição
Polícia prende 24 suspeitos de integrar grupo de roubo de carros chefiado da prisão
A Polícia Civil prendeu 20 homens e quatro mulheres durante a segunda fase da Operação Migração, que tem o objetivo de desarticular um grupo suspeito de roubo de carros e de tráfico de drogas em Goiás. Segundo a investigação, os líderes do esquema são dois homens detidos na Penitenciária Odenir Guimarães, em Aparecida de Goiânia.

“O grupo agia por ordem de dois presidiários que determinavam, de dentro da cadeia, roubos de veículos, para onde seriam levados, se iam vender ou utilizar em outros crimes como o tráfico de drogas”, afirmou o delegado Fábio Meireles, responsável pela investigação.

Os policiais cumpriram, na quarta-feira (5), 24 mandados de prisão e 46 de busca e apreensão em oito cidades de Goiás: Goiânia, Abadia de Goiás, Nova Veneza, Piracanjuba, Pontalina, Bom Jesus, Poragantu e Trindade.

Dos 24 mandados de prisão, seis foram destinados a homens que já estavam detidos. Dois deles são os líderes do grupo. Já os outros quatro haviam sido detidos em flagrante, durante a investigação, por cometerem outros crimes.

Durante as diligências, os agentes apreederam um carro, uma caminhonete e uma moto roubados. Também foram encontrados documentos adulterados, impressoras e outros objetos utilizados para a falsificação e adulteração.

Investigação

A equipe da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (Derfvra) começou a investigar o grupo há um ano, após a primeira fase da Operação Migração. Segundo o delegado, a organização criminosa cometeu pelo menos 10 roubos de carros.

"O núcleo do grupo estava em Goiânia e os roubos aconteciam, geralmente, na região sudeste do estado", afirma o investigador.

Meireles destacou que o grupo é extremamente organizado e bem divido. Entre os detidos estão assaltantes, falsificadores de documentos e adulteradores de placas.

De acordo com o delegado, das quatro mulheres presas, duas são esposas de integrantes do grupo. As demais eram responsáveis pela contabilidade e também ajudavam na entrega de documentos falsos e de drogas.

A polícia continua com as investigações para tentar identificar outras vítimas do grupo e calcular a quantia que eles lucraram com o esquema. Os integrantes devem responder pelos crimes de roubo, receptação, adulteração de sinal identificador de veículos, falsificação de documentos e tráfico de drogas.
Policiais apreendem placas adulteradas, documentos falsos, impressoras e outros materiais usados na falsificação e adulteração de veículos roubados em Goiás.

Por Paula Resende, G1 GO
Foto: Paula Resende/ G1

Rotam encontra mais de duas toneladas de drogas em carregamento de aveia, em Serranópolis

Debaixo da carga de grãos de aveia que o caminhão levava, os policiais encontraram mais de duas toneladas de maconha e mais de seis quilos de skunk.
Foto: Rotam
Os policiais da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) tiveram uma surpresa após fazer a abordagem de um caminhão de carga que transitava na região de Serranópolis, a 380 quilômetros de Goiânia, na noite da última quarta-feira (5/12). Debaixo da carga de grãos de aveia que o caminhão levava, os policiais encontraram mais de duas toneladas de maconha e mais de seis quilos de skunk. A apreensão foi feita em colaboração com a Polícia Federal/SR/TO.

Segundo informações da Rotam, a abordagem do caminhão aconteceu na noite de ontem, por volta das 23h00. O veículo, que trafegava pela região de Serranópolis, interior do estado, estava carregada com sacos de grãos de aveia.

Ao ser feita uma busca no interior do caminhão, a equipe da Rotam encontrou 2.517,600 quilos de maconha, mais de duas toneladas, escondidos sob o carregamento de aveia. Além disso, os policiais também encontraram pouco mais de seis quilos de skunk.

A equipe policial abordou também um veículo Ford/Ecosport utilizado como “batedor” para o caminhão com a carga de entorpecentes, que veio do Paraguai. Durante a ação policial, Elcivan Pereira de Sousa, responsável pelo transporte da droga, foi preso em flagrante, assim como os ocupantes do veículo, que associados estavam apoiando o transporte da droga, sendo Jorge Macedo da Silva, que já possuía antecedentes criminais, Cláudia Silveira dos Santos e um menor de idade.

Os detidos foram encaminhados pra a sede da Polícia Federal no município de Jataí, sudoeste de Goiás, para as providências cabíveis. Todo a droga apreendida, assim como os veículos utilizados no tráfico de drogas, foram apreendidos e também encaminhados para a Polícia Federal.
Tonelada de maconha já havia sido apreendido em Serranópolis, em julho deste ano

Um homem de 30 anos foi preso suspeito de transportar cerca de 1 tonelada de maconha na carroceria de uma caminhonete, na GO-184, em Serranópolis, na região sudoeste de Goiás. Segundo a Polícia Militar, Moisés de Jesus Alexandre disse que ia levar a droga para Goiânia.

O capitão da PM responsável pela apreensão informou que Moisés tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas. O suspeito e a droga, à época, foram levados para a sede da Polícia Federal em Jataí.

Do diaonline.r7

01/12/2018

Juíza decide manter preso o suspeito de atropelar e matar ciclista na GO-469 em Abadia de Goiás

Segundo Polícia Civil, Leandro Mendes de Araújo, de 28 anos, estava bêbado quando atingiu Rivaldo Gomes Morais, de 53 anos. Acidente ocorreu quando vítima pedalava com grupo de 40 ciclistas.
Rivaldo (de branco) morreu após ser atropelado na GO-469, em Abadia de Goiás — Foto: TV Anhanguera/Reprodução
A juíza Juliana Barreto Martins da Cunha, substituta na Comarca de Guapó, decidiu manter preso o suspeito de atropelar e matar o ciclista Rivaldo Gomes Morais, de 53 anos, em Abadia de Goiás, na Região Metropolitana de Goiânia. Ela considerou, na sentença, que Leandro Mendes de Araújo, de 28 anos, estava sob efeito de álcool quando se envolveu no acidente e fugiu do local sem prestar socorro.

“Existem indícios relevantes da materialidade e autoria do delito de praticar o homicídio culposo na direção do veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou substância psicoativa que determine dependência. Mister ressaltar que o flagrado se evadiu do local sem dar o devido socorro à vítima”, diz a magistrada na decisão.

A reportagem não conseguiu localizar a defesa de Leandro Araújo para comentar a conversão da prisão.

O atropelamento ocorreu na noite de terça-feira (27). Rivaldo Gomes Morais morreu na hora e outros dois colegas ficaram feridos, tendo um deles fraturado o braço. No momento em que foram atingidos, eles estavam acompanhados de um grupo de aproximadamente 40 ciclistas.

Amigos informaram que Rivaldo costumava fazer o trajeto até Trindade, também na Região Metropolitana, semanalmente. Pouco antes de começar a pedalar, ele postou uma foto nas redes sociais com colegas.

"Ele [motorista preso] estava a aproximadamente 120 [Km/h]. Ele saiu do nada, é uma curva muito perigosa, tem até o guard rail, que dá a proteção da curva. Ele saiu do nada”, afirmou o mecânico Luiz Santana Paulino, também ciclista e amigo de Rivaldo.

Outro amigo de Rivaldo, Arnaldo Araújo, afirmou que, da forma como o carro seguia, mais ciclistas poderiam ter sido atingidos.

"Ele ia matar mais ou menos uns 20, segundo os ciclistas. Eles correram e jogaram todas as bicicletas para cá, mas o Rivaldo não consegui. Eu estou sentindo muito porque é um amigo de mais de seis anos que a gente convive junto, compartilhava tanta coisa junto", conta.

Despedida
O corpo de Rivaldo foi enterrado às 17h no Cemitério Santana, em Goiânia. No velório, a filha de Rivaldo, Ana Luiza Marques de Moraes, de 14 anos, não segurou as lágrimas ao falar da falta que o pai vai fazer.

"Não consigo pensar minha vida sem ele. Não tem como. Era tudo que eu tinha mais a minha mãe. A gente vai continuar e realizar tudo que ele queria que a gente realizasse", lamentou.

Luiz Paulino lamentou a morte do amigo. “Desde 1979 que ele era meu amigo. O Rivaldo hoje, Deus mandou um recado que era para ter sido eu porque o carro veio em cima de mim. Eu ainda tentei tirar. Nós viemos de lá até aqui sorrindo. Para mim hoje foi o pior dia da minha vida”, lamentou.

Por Murillo Velasco, G1 GO

30/11/2018

Ciclista morre após ser atropelado enquanto pedalava com amigos na GO-469, em Abadia de Goiás

Motorista foi localizado e foi preso após bafômetro constatar embriaguez; outros dois ciclistas ficaram feridos. Filha de vítima chora durante o velório: 'Era tudo que eu tinha'.
Ciclista morre após ser atropelado na GO-469, em Abadia de Goiás
Um ciclista morreu após ser atropelado enquanto pedalava com amigos no acostamento da GO-469, em Abadia de Goiás, Região Metropolitana de Goiânia. Rivaldo Gomes Morais tinha 53 anos e era bispo de uma igreja evangélica da capital. Outros dois colegas ficaram feridos. Segundo a TV Anhanguera, o condutor, de 28 anos, fugiu do local, mas foi localiado e fez o teste do bafômetro, que constatou que ele estava embriagado. Ele foi preso.

O atropelamento ocorreu na noite de terça-feira (27). Amigos informaram que Rivaldo costumava fazer o trajeto até Trindade, também na Região Metropolitana, semanalmente. Pouco antes de começar a pedalar, ele postou uma foto nas redes sociais com colegas.

No momento em que foi atingido, ele estava acompanhado de um grupo de aproximadamente 40 ciclistas. Além de Rivaldo, outros dois colegas se feriram, sendo que um deles quebrou o braço.

No velório, a filha de Rivaldo, Ana Luiza Marques de Moraes, de 14 anos, não segurou as lágrimas ao falar da falta que o pai vai fazer.

"Não consigo pensar minha vida sem ele. Não tem como. Era tudo que eu tinha mais a minha mãe. A gente vai continuar e realizar tudo que ele queria que a gente realizasse", lamentou.

Os outros ciclistas disseram à TV Anhanguera que o carro veio no sentido contrário e tentou fazer uma ultrapassagem em local proibido no momento em que atingiu a vítima.
Rivaldo (de branco) morreu após ser atropelado na GO-469, em Abadia de Goiás — Foto: TV Anhanguera/Reprodução
"[Ele estava a] aproximadamente 120 [Km/h]. Ele saiu do nada, é uma curva muito perigosa, tem até o guard rail, que dá a proteção da curva. Ele saiu do nada”, afirmou o mecânico Luiz Santana Paulino, também ciclista e amigo de Rivaldo.
Ele se emocionou ao falar da morte do amigo, a quem conhece há mais de 30 anos.
“Desde 1979 que ele era meu amigo. O Rivaldo hoje, Deus mandou um recado que era para ter sido eu porque o carro veio em cima de mim. Eu ainda tentei tirar. Nós viemos de lá até aqui sorrindo. Para mim hoje foi o pior dia da minha vida”, lamentou.
Outro amigo de Rivaldo, Arnaldo Araújo, afirmou que, da forma como o carro seguia, eram para mais ciclistas serem atingidos.

"Ele ia matar mais ou menos uns 20, segundo os ciclistas. Eles correram e jogaram todas as bicicletas para cá, mas o Rivaldo não consegui. Eu estou sentindo muito porque é um amigo de mais de seis anos que a gente convive junto, compartilhava tanta coisa junto", conta.

O corpo de Rivaldo foi enterrado às 17h no Cemitério Santana, em Goiânia.

Por Sílvio Túlio , G1 GO

Goiás está em estado de alerta por infestação do mosquito

Cerca de seis mil imóveis são identificados como foco do mosquito por mês
Foi divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) o último Levantamento de Índice Amostral (LIA) e do Levantamento de Índice Rápido para Aedes Aegypti (LIRAa). O índice de infestação predial, ou seja, responsável por mensurar quantos imóveis possuem criadouro do mosquito, aumentou de 0,22% para 1,10%.

O resultado apresentou um aumento de 400%, causando preocupação para Goiás. “Essa porcentagem de 1,10% já coloca Goiás em estado de alerta. Três municípios foram classificados em situações de alto risco e outros sete como médio risco. Quando comparamos os anos de 2017 e 2018 com 2015 e 2016 percebemos que houveram incidências menores. Isso fez com que a população tivesse a sensação de segurança em relação ao vírus e isso acabou acomodando uma parcela da população, que deixou de tomar os devidos cuidados com o acúmulo de água”, explica o coordenador geral do combate ao Aedes da SES-GO, Marcelo Rosa.

A capital Goiânia não figura a lista dos 10 municípios com os maiores casos de incidência. O primeiro da lista é Bom Jardim de Goiás que já registrou 97 casos até o momento. Porteirão está em segundo lugar e Crixás em terceiro completam as cidades com índice de alto risco. Aragoiânia, Santa Terezinha de Goias, Doverlândia, Vila Propício, Abadia de Goias, Edealina e Santo Antônio da Barra completam a lista mas como “médio risco”.

De acordo com Marcelo, cerca de seis mil imóveis são identificados como foco do mosquito por mês. O agente trata de eliminar o criadouro para evitar a proliferação do mosquito responsável por transmitir o vírus da dengue, zika e chikungunya. “Este ano infelizmente tivemos 62 óbitos confirmados pelo vírus da dengue e outros 30 estão em investigação. Ano passado tivemos mais de 42 mil casos de notificações de dengue em Goiás e este ano tivemos mais de 55 mil. Um aumento de cerca de 23%”.

Aumento

Em Goiás, o número de casos de dengue neste ano aumentou 25% em relação ao quantitativo registrado no ano passado. De acordo com os registros, em 2017 foram confirmados 41,4 mil casos de dengue, o equivalente a 47% a menos do total notificado em 2016. Já no ano de 2018, até início de outubro, foram confirmados 52 mil casos, ou seja, um aumento de 25% em relação a 2017. As informações são da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO). (Felipe André é estagiário do jornal O Hoje sob orientação do editor de Cidades Rhudy Crysthian)

por Felipe André do o hoje

Décio Coutinho assume presidência executiva da Abra

Décio Coutinho leva experiência profissional à área de reciclagem animal – Divulgação
O veterinário Décio Coutinho, ex-secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), assumiu a presidência executiva da Associação Brasileira de Reciclagem Animal (Abra).
Segundo o presidente do conselho diretivo da Abra, Clênio Gonçalves, a criação do cargo de presidente executivo é uma grande conquista para o setor de reciclagem animal.
Coutinho também presidiu o Instituto de Defesa Agropecuário do Mato Grosso (Indea/MT), o Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa) e coordenou o grupo Técnico de Sanidade Animal da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), entre outras atividades.

Do agroemdia

15/11/2018

A primeira-dama de Abadia de Goiás Silmara de Abreu foi convidada a ser madrinha dos formandos a Tia Lurdes


A primeira-dama Silmara de Abreu foi convidada pela proprietária e educadora da Escola Maria de Lourdes (Tia Lourdes) em Abadia de Goiás para ser madrinha de formatura dos alunos desse ano. 
A primeira-dama visitou a Escola e conheceu um pouco da rotina dos alunos. Silmara busca sempre estar perto da população, trabalhando com ética e responsabilidade.
.

14/11/2018

Segunda Promotoria da Comarca de Guapó promoveu encontro em parceria com os municípios de Abadia de Goiás, Aragoiânia e Guapó

Na última terça-feira (13), a Segunda Promotoria da Comarca de Guapó em parceria com os municípios de Abadia de Goiás, Aragoiânia e Guapó realizou um encontro que aconteceu no Auditório da sede do CRAS de Guapó. A reunião teve como finalidade a discussão da rede de proteção da criança e do adolescente na busca de estratégias de atuação no controle de qualidade e eficiência dos serviços púbicos prestados a este público. A reunião foi conduzida pelo Dr. Wesley Branquinho - Promotor de Justiça, contou com a participação de representantes dos três municípios e durou todo o dia. O município de Abadia de Goiás foi representado pela primeira-dama Silmara Abreu Silva, a secretária municipal da Saúde Eliane Águas, a secretária municipal do Bem Estar Social Cinthia Mara e a presidente da CMDCA (Conselho Municipal da Criança e Adolescentes) Elaine C. Martins. 
De acordo com o promotor Dr. Wesley a meta é realizar um trabalho em conjunto, em rede com os municípios e estabelecer fluxogramas de atendimentos que visam solucionar de forma eficaz problemas como evasão escolar, uso de drogas, vulnerabilidade econômica e social, gravidez precoce. 
Na oportunidade o promotor sugeriu a criação de novas leis de acordo com as mudanças, a implantação de um programa de informatização para proteção da criança e do adolescente, com fluxos eficazes nos atendimentos e serviços. O Promotor colocou ainda em pauta a coordenação das eleições do Conselho Tutelar 2019, que será realizado em outubro. A infância e juventude é um tema de grande importância e é um direito constitucionalmente, sendo prioridade.












26/10/2018

Prefeito de MT eleito em 2016 renuncia ao cargo e alega questões pessoais

Presidente da Câmara diz que vice deve ser empossado nos próximos dias.
Luiz Carlos Nunes Castelo
Foto: Prefeitura de São José do Xingu
O prefeito de São José do Xingu, Luiz Carlos Nunes Castelo (PTB), protocolou um pedido de renúncia, na Câmara de Vereadores do município, na terça-feira (23). De acordo com o presidente da Casa, Pedro Condão (PT) disse que o pedido já foi aprovado e o vice, Vanderley Soares da Silva (PR) deve ser empossado nos próximos dias.
Na carta apresentada aos vereadores, o prefeito alega motivos pessoais para deixar o cargo.

“O ensejo de tomar essa decisão passa por uma ampla reflexão acerca de todo o processo que, na sua essência, está unido exclusivamente na ordem pessoal, especialmente ao desgaste físico e mental”, disse trecho da carta.

Luiz Castelo tem 68 anos e é a primeira vez que assume a prefeitura de São José do Xingu. Ele foi eleito em 2016, com 44.95% votos.

Por Lidiane Moraes, G1 MT

25/10/2018

MPF garante na Justiça desocupação de reserva legal em assentamento rural em Bom Jesus do Araguaia

O Ministério Público Federal (MPF) em Mato Grosso, por meio da sua unidade em Barra do Garças, obteve decisão da Justiça Federal que determina a desocupação da área de reserva legal do assentamento instalado na antiga Fazenda Bordolândia (PDS Bordolândia). A ordem judicial será cumprida por dois oficiais de Justiça, com o auxílio da Polícia Federal. Além disso, o Incra acompanhará o cumprimento da decisão, bem como auxiliará na identificação das áreas dentro do assentamento que não se destinam à ocupação humana e que visam à proteção ambiental, contando, para isso, com o apoio do Ibama.

Conforme a solicitação do MPF, a área do assentamento já foi desocupada duas vezes mediante o cumprimento de ordem judicial – a última foi em 2010. No entanto, apesar de tais desocupações, há informações seguras, inclusive periciais, de que a área de reserva legal do assentamento continua a ser ocupada e invadida, sendo que o desmatamento no local se acentuou desde então. Tal quadro é atribuído sobretudo à inércia do Incra ante à ausência de medidas repressivas aos invasores, bem como pela não apresentação à Justiça Federal de relatório de fiscalização “in loco” e de plano de desenvolvimento do assentamento.

Assim, com o objetivo de garantir a proteção ao meio ambiente, foi acolhido o pedido do MPF para determinar a desocupação da área de reserva legal do PDS Bordolândia. Tal medida recairá sobre as áreas destinadas à proteção ambiental, tratando-se, pois, de áreas não loteadas, pouco importando a qualidade do ocupante que ali se encontre.

Na mesma linha, o MPF também instaurou procedimento com o objetivo de apurar a responsabilidade do Superintendente do Incra em Mato Grosso, Sr. João Bosco de Moraes, diante da inércia em apresentar, conforme determinado nos autos judiciais em questão, Plano de Desenvolvimento do Assentamento e relatório de fiscalização "in loco".

De acordo com o procurador da República Everton Aguiar, “o MPF vai enfrentar o problema dos desmatamentos nos assentamentos do Incra na Região do vale do Araguaia”. Ele acrescenta que o Incra tem um problema operacional em Mato Grosso, pois a autarquia “não faz licenciamento ambiental, não titula parceleiros, não faz fiscalização nos assentamentos, não exclui beneficiários infratores ou irregulares, bem como não toma diversas providências que seriam de sua incumbência, sendo que o Incra vem funcionando em Mato Grosso como uma espécie de mero cartório de imóveis”.

O procurador acrescenta, ainda, que “a autarquia não consegue esclarecer em cada assentamento as áreas de Reserva Legal e de preservação permanente, e que medidas serão adotadas para reverter este quadro”.

Outras investigações – No MPF, tramita o inquérito civil nº 1.20.004.000024/2017-37, destinado a apurar a ocupação de áreas de reserva legal e de preservação permanente nos demais assentamentos rurais (existem atualmente 86) situados na área de atribuição da Procuradoria da República em Barra do Garças a fim de que sejam adotadas as providências correspondentes em cada caso

Parabéns a todos os profissionais da saúde de Abadia de Goiás.

Resultado de imagem para Saúde de Abadia de Goias
A equipe que compõe o sistema da saúde de Abadia de Goiás está de Parabéns Pelo carinho, dedicação aos quais dedicam a todos que do sistema necessitam fazendo deles excelentes Profissionais. 

Existem missões que são extremamente sublimes nesta vida, algumas imitam a nobreza do amor de Deus, outras a justiça, a cultura, a saúde ou outros projetos, mas todas são exercidas por profissionais. 
Todas elas merecem nosso respeito e gratidão, como vocês que são alguns desses profissionais dignos da mais profunda admiração pela forma incansável com a qual se dedicam aos seus objetivos e profissões com determinação. 
Não poderia deixar de lhes prestarem os meus agradecimentos pelo carinho, dedicação que tenham prestado a minha a pessoa nos últimos seis anos que tenho usado quase diariamente os serviços do sistema de saúde do município. Sou grata porque tenho a certeza que ainda há pessoas como vocês, que lutam em prol de uma vida melhor com sucesso. Obrigado por tudo e que Deus faça vocês muito felizes! Meus Parabéns! 

Por Selzy Quinta



06/10/2018

GOIÁS COM ELES É MELHOR

Meus queridos amigos finalmente chegou a reta final para as eleições e gostaria de aproveitar a oportunidade para pedir aos meus amigos seguidores, que depositem em Lucas Vergílio 7777 para Deputado Federal e Gustavo Sebba 45222 para Deputado Estadual o seu voto de confiança. 

Você também pode escolher dois senadores para representar os nossos interesses no Senado. Marconi Perillo 456 e Vanderlan 111, Eles estão preparados pra assumir esse papel, se nós assim os permitirmos. Dia 07 de outubro, conto com você! 45 pra continuar do seu lado Zé Eliton para Governador de Goiás. 

Lúcia Vânia e candidatos a deputado participam de grande ato de apoio a Marconi

Milhares de pessoas receberam ex-governador, candidato ao Senado, para ouvir suas propostas, conversar e tirar fotos e selfies com tucano
Divulgação
O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) foi recebido com entusiasmo por militantes e populares de Anápolis em ato de apresentação de propostas na Avenida Brasil Sul, realizado na última quinta-feira (5). A senadora Lúcia Vânia (PSB), candidata à reeleição, postulantes a deputado federal e estadual, prefeitos, ex-prefeitos e a comunidade reafirmaram o apoio ao tucano, candidato ao Senado, afirmando que ele vai fortalecer Goiás no Senado.

“Marconi transformou o Estado de Goiás. Fez de Goiás um Estado em que os olhos do mundo se voltam para cá, pelas potencialidades da sua agricultura, da sua pecuária, pela industrialização do Estado e, acima de tudo, por tudo o que foi na educação de nossos jovens e crianças, exibindo para o Brasil o primeiro lugar do Ideb”, disse Lúcia Vânia. “Por isso eu peço a vocês o voto para o senador Marconi Perillo. Marconi tem experiência, é um nome nacional, um nome que vai engrandecer Goiás no Senado da República”, afirmou.

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PTB), disse que Marconi foi responsável pelo salto de desenvolvimento do município em suas quatro gestões como governador. O petebista enumerou os benefícios fiscais e econômicos levados pelo tucano para a cidade e disse que, com o Goiás na Frente, “Marconi fez parceria definitiva pelo desenvolvimento do município”. Naves pediu o voto no governador Zé Eliton, candidato à reeleição, para que venha o Goiás na Frente 2.

Os prefeitos de Vianópolis, Issy Quinan (PP), e de Terezópolis de Goiás, Juninho, além do vice-prefeito de Anápolis, Pastor Márcio, também destacaram o “municipalismo e as obras sociais” de Marconi. “Como governador, Marconi transformou Goiás e os municípios. No Senado, ele vai ajudar decisivamente a mudar o Brasil”, disse Issy. “Marconi sempre esteve ao lado do povo, dos mais humildes, e vai seguir assim em Brasília, não tenham dúvida”, disse Juninho.

“Eu conheci o Marconi como um homem de fé, como um homem que sabe respeitar as religiões e, por isso, eu peço voto para ele”, afirmou o vice-prefeito de Anápolis, pastor Márcio. “Marconi é uma referência política não só de Goiás, mas do Brasil, por seu espírito republicano, seu municipalismo, sua determinação em trabalhar para quem precisa, pelo desenvolvimento humano”, disse o ex-prefeito de Anápolis, João Gomes, candidato a deputado estadual.

O presidente da Facieg, Ubiratan Lopes abordou o caráter moderno e inovador das gestões de Marconi à frente do Governo de Goiás e do espírito democrático de seus mandatos no Congresso Nacional. “Em 1998, ano em que Marconi ganhou sua primeira eleição para governador, Anápolis estava destruída. A partir do momento em que ele assumiu, em 1999, Anápolis se transformou num pólo industrial de referência nacional em diversos segmentos”, disse.

Em seu pronunciamento, Marconi reafirmou o compromisso com Anápolis. “Eu quero dizer a vocês que, como senador, eu não vou descansar e deixar de ajudar Anápolis um minuto da minha vida. Eu não vou deixar de ajudar os municípios dessa região nem um minuto”, disse. Ele afirmou que realizar uma gestão com excelência só foi possível graças a muito trabalho e força de vontade: “Só foi possível porque eu administrei com honestidade, com amor no coração, com visão do futuro, com amor ao próximo”, disse.

 

04/10/2018

MP Eleitoral apreende R$ 4 mil em operação contra compra de votos em Acreúna

Na mesma residência, que aparece no vídeo, foi encontrado algo próximo a um comitê eleitoral, com materiais de campanha de dois candidatos a deputado estadual e federal.
A assessoria de imprensa do MP Eleitoral informou que não vai divulgar os nomes dos candidatos para não comprometer as investigações (Foto: Reprodução)
O Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral) de Goiás apreendeu R$ 4 mil durante uma operação para apurar denúncia de compra de votos em Acreúna. As buscas e apreensões também ocorreram no distrito de Arantina, na manhã desta quinta-feira (4). Na mesma residência, que aparece no vídeo abaixo, foi encontrado algo próximo a um comitê eleitoral, com materiais de campanha dos dois candidatos a deputado estadual e federal.
Também foram encontradas munições na casa de um dos suspeitos, preso em flagrante por não ter autorização para posse do material. A assessoria de imprensa do MP Eleitoral informou que não vai divulgar os nomes para não comprometer as investigações. A ação é comandada pelo promotor eleitoral Sandro Halfeld Barros, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Acreúna. E contou com a participação de três equipes, além do auxílio do delegado Daniel Gustavo Gonçalves de Moura e de agentes da Polícia Civil de Goiás.

A denúncia teria sido feita por uma vereadora de Acreúna. Segundo o MP, um vereador e pessoas ligadas aos partidos dos candidatos são acusados oferecer R$ 150 por voto. Após as eleições do próximo domingo (8), ainda havia a promessa de mais R$ 50. Eles faziam as ofertas em visitas às casas de moradores da cidade. Até o fechamento da notícia, o Mais Goiás não conseguiu contato com o procurador Sandro Halfed.

Bárbara Zaiden - Do Mais Goiás

Suspeito de matar empresária na frente dos filhos pode ser conhecido da vítima

Delgado suspeita que um dos moradores da região seja o assassino; homem pode ter atirado contra a mulher para não ser reconhecido
Shirley Gonçalves da Silva foi morta na frente dos filhos e do marido. (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)
O suspeito de matar a empresária Shirley Gonçalves da Silva, de 35 anos, na frente dos filhos, de 2 e 14 anos, pode ser conhecido da vítima. O crime ocorreu na noite desta quarta-feira (3), na casa da família no Setor Buriti Sereno, em Aparecida de Goiânia.

O delgado Diogo Luíz Barreiras Gomes, responsável pelo caso, suspeita que um dos moradores da região seja o assassino e que ele tenha atirado contra a mulher para não ser reconhecido. “Nós estamos ouvindo o indivíduo, mas ele está negando tudo. Ontem a Polícia Militar chegou a abordar ele e o primo logo após a ocorrência, mas ainda são apenas suspeitas”, contou.

De acordo com o delgado, o filho mais velho e a prima da vítima já foram ouvidos, mas o marido ainda não prestou depoimento. “O suspeito se encaixa com as características que as testemunhas apontaram. Nós encontramos uma pegada no local que é compatível com a do suspeito”, disse Diogo. O corpo de Shirley foi velado nesta tarde no Cemitério Jardim da Paz.
Caso

Shirley chegava em sua casa com o marido e dois filhos. Ao descer do veículo para abrir o portão da residência, se deparou com dois indivíduos que estavam no interior do imóvel.

Os criminosos anunciaram o assalto e, durante a ação, pediram para que a família informasse a senha do cofre que tinha cerca de R$7.800. Além de levar o dinheiro, os assaltantes pegaram dois aparelhos celulares e uma motocicleta Honda Titan 150.

Segundo a PC, após roubarem os objetos, um dos criminosos disparou duas vezes contra Shirley. Os tiros acertaram a cabeça e o pescoço da vítima. Em seguida, os assaltantes fugiram e abandonaram a motocicleta próximo da residência.

Do Mais Goiás

Abadia de Goiás: Donos de carros apreendidos denunciam furtos ocorridos em pátios do Detran e da PC no interior

Vítimas alegam não conseguir reaver seus prejuízos e descrevem os locais como “desmanches”. Detran e Polícia Civil afirmam que a segurança está normal
(Foto: Leitor Mais Goiás)
Proprietários de veículos apreendidos em Goiás denunciam que seus carros foram furtados dentro dos pátios do Aragoiânia, sob administração do 1ª DP da Polícia Civil (PC), e no pátio de Abadia de Goiás, atribuído ao Detran-GO. De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran/GO), em 2017, foram retidos 23.629 veículos no estado. A falta de pagamento da tarifa de licenciamento e a circulação de automóveis sem condições de tráfego são os principais motivos das retensões. No entanto, após a apreensão, outro fator chama atenção: a segurança – ou a falta dela.

As surpresas desagradáveis foram percebidas nos respectivos momentos de retirada dos veículos. Foi o caso de E.V, que notou o furto de diversos itens após ter o carro apreendido e levado para o pátio da barreira de Aragoiânia, a 31 quilômetros da Capital. “Quando fui ao local fazer a retirada, haviam furtado a injeção eletrônica, alternador, direção hidráulica, módulo, chicote e bateria. Os funcionários do local falaram apenas que alguém deve ter entrado no pátio à noite e levado as peças”. O carro permaneceu no local por seis meses e E.V. ainda aguarda respostas referentes ao prejuízo.

Outro caso é o de R.T., que notou peças furtadas e trocadas. “Furtaram a bateria, R$ 6 mil de som, estepe, chave de roda, macaco, pertences pessoais entre outras coisas. Os bancos, capô, amortecedor e volante foram trocados e os fios foram cortados”. O carro ficou seis meses em um pátio na GO-040, Vila São-Dimas, Abadia de Goiás. Nas palavras dele, o muro é alto e ele achou que o veículo estaria em segurança. “Disseram que alguém deve ter pulado o muro e subtraído tudo lá dentro. Mas como alguém ia passar por cima do muro com volante, bancos, som e até a cadeirinha de criança? Aquilo é praticamente um desmanche”.
Além de furtarem, os criminosos cortaram a fiação do carro de R.T. (Foto: Leitor Mais Goiás)
A vítima fez boletim de ocorrência e o processo foi encaminhado para a corregedoria da PC. Entretanto, nenhuma resposta satisfatória foi obtida.”Só falaram que foi feita a perícia do veículo, constatando o furto. Estou esperando um posicionamento da corregedoria para poder processar o Estado”. A vítima diz temer os policiais, pois já sofreu represálias. “Fui até ameaçado. Por isso, para a retirada do meu carro preferi não ir, pedi a um terceiro. O mais estranho é que para fazer a retirada é preciso ligar e marcar antes, como se eles tivessem que preparar o carro”, conclui.

Prisma jurídico

Jefferson Willamis Lourenço, advogado criminalista, frequentemente recebe casos do tipo. Segundo ele, a burocracia é um empecilho à execução do procedimento correto nesses casos. “O correto é que a polícia faça uma perícia no momento da apreensão e, dada a irregularidade, encaminhe o veículo a um pátio com segurança e monitoramento 24h. Infelizmente, a realidade não é bem essa. Denúncias de furto são frequentes nesses locais”.

Para o advogado, a condição de armazenamento dos carros também é inadequada. “Ficam ao relento, expostos ao sol e chuva, sem nenhuma proteção. Uma vez o que o carro apreendido, é responsabilidade do Estado cuidar” completa.
Fiação cortada de carro furtado (Foto: Leitor Mais Goiás)
Respostas
A comunicação da Prefeitura de Aragoiânia alega que o pátio da barreira da cidade tem segurança 24hrs. “Dois guardas se revezam, um de dia outro no período da noite. O pátio é seguro e tem alambrado”. Indagada sobre furtos no local, a comunicação do órgão nega. “Não, nunca ocorreram casos desse tipo aqui”.

O policial civil responsável pela segurança do pátio de carros de Abadia de Goiás, Carlos Souza, confirmou os furtos no local. “Já houveram casos, sim, mas apenas uns dois (sic). Quando ocorreram, encaminhamos as vítimas para fazer o registro de ocorrência no DP do Garavelo”. O policial expôs que o local é protegido por concertina e logo começará a implantação de câmeras. “A segurança aqui é a de costume em todos os pátios. Um dos furtos aconteceu no feriado do dia trabalho. Na época ainda não tinha cerca elétrica e os criminosos pularam por uma parte do muro que faltava tijolos”. Carlos disse que só no pátio de Abadia, tem mais de 300 carros e 200 motos. Indagado se é o único responsável pela segurança do local, ele confirma. “Sim, somente eu. E só trabalho de segunda à sexta-feira. Finais de semana e feriados não fica ninguém aqui”.

De acordo com o Detran, a segurança de seus pátios é realizada por policiais militares do batalhão de trânsito, os mesmos que prestam serviço na Balada Responsável, devido ao acordo com o Batalhão de Trânsito (BPMTRAN). Após 60 dias, os veículos apreendidos podem ir a leilão, e atualmente possuem em seu pátio 5.108 automóveis, sendo; carros, motos, caminhões, carretilhas e bicicletas. “Ocorrem tentativas de furto, mas o pátio conta com policiais militares e seguranças no local 24h por dia, monitoramento de vídeo e cerca elétrica. A segurança é feita para driblar todas as tentativas de furto no local. E quando ocorre algum caso, os abordados são encaminhados à delegacia” alegou o órgão.

Do Mais Goiás

03/10/2018

Conheça os candidatos ao Senado por Goiás

Agenor (MDB)
1º suplente: Quirino (PRB)
2º suplente: Vera Lúcia (MDB)
Agenor Mariano da Silva Neto, 44 anos, é natural de Goiânia. Administrador de empresas, foi secretário de Administração e Recursos Humanos de Goiânia antes de se eleger vereador (2009-2012) e vice-prefeito da cidade (2013-2016). Recentemente ocupou o cargo de secretário municipal de Planejamento na capital goiana.
Fabrício Rosa (Psol)
1º suplente: Professor Augustinho (Psol)
2º suplente: Fabricio Costa (Psol)
Fabrício Silva Rosa, 38 anos, é natural de Goiânia e policial. Atua na Polícia Rodoviária Federal e é oficial da reserva da Polícia Militar do Estado de Goiás, além de membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. É militante da causa LGBTI.
Jorge Kajuru (PRP)

1º suplente: Benjamin Beze Junior (PRP)2º suplente: Milton Mercêz (PRP)
Jorge Kajuru Reis da Costa Nasser, de 57 anos, nasceu em Cajuru (SP). Celebrizou-se no jornalismo esportivo, área em que atuou desde a década de 1970. Elegeu-se como vereador de Goiânia em 2016. Como jornalista ou apresentador, Kajuru trabalhou em inúmeras emissoras de rádio e TV. De 1997 a 2003, foi proprietário da Rádio K, com base em Goiânia, mas com ampla cobertura no interior.
Lúcia Vânia (PSB)

1º suplente: José Vitti (PSDB)2º suplente: Fernando Safatle (Rede)
Nascida em Cumari (GO), Lúcia Vânia Abrão tem 73 anos. É senadora desde 2002, disputando agora seu terceiro mandato. Foi a primeira mulher a eleger-se deputada federal em Goiás (1986). Participou da Constituinte. Continuou na Câmara até 1994. A partir de 1995 ocupou a Secretaria Nacional de Assistência Social, no governo de Fernando Henrique Cardoso. Lúcia Vânia criou o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), premiado pela (Unicef).
Luis César Bueno (PT)
1º suplente: Professora Neusa (PT)
2º suplente: Sormani Irineu (PT)

Luis César Bueno e Freitas, 58 anos, é natural de Goiânia (GO) e deputado estadual. Formado em História, foi professor da rede pública e atuou em movimentos estudantis e sindicais. Elegeu-se vereador em Goiânia em 1996 e 2000 e está no quarto mandato como deputado estadual (2003-2019). Foi membro da Mesa da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, líder de bancada e presidiu duas comissões.
Marconi Perillo (PSDB)

1º suplente: Vilmar Rocha (PSD)
2º suplente: Aleandra Sousa (PTB)
Nascido em Palmeiras de Goiás (GO), Marconi Ferreira Perillo Junior tem 55 anos. Advogado, tornou-se governador de Goiás em 1998, aos 35 anos. Foi reeleito em 2002, e em 2006 foi eleito para o Senado. Renunciou em 2010 para concorrer mais uma vez ao governo. Obteve nova vitória e foi reeleito em 2014.  Também deputado estadual (1991-1994) e federal (1994-1998).
Professora Geli (PT)
1º suplente: Professor Antonio Bites (PT)
2º suplente: Mardônio (PCdoB)
Maria Geli Sanches, 57 anos, é natural de Silvânia (GO) e vereadora em Anápolis (GO). Formada em Pedagogia, foi coordenadora da Faculdade Raízes e organizou projeto pedagógico de combate às drogas e assistência às famílias no Juizado da Infância e da Juventude de Anápolis. Está no segundo mandato na Câmara Municipal da cidade (2013-2021).
Professor Alessandro Aquino (PCO)

1º suplente: SSIS do Sindicato (PCO)
2º suplente: Tião da Construção Civil (PCO)
Alessandro Aquino Cirqueira nasceu em Goiânia e tem 47 anos. Professor e advogado, chegou a ter sua candidatura indeferida, mas o recurso do Partido da Causa Operária foi acolhido pela Justiça Eleitoral.
Professora Magda Borges (PCB)
1º suplente: Ivan Faria (PCB)
2º suplente: Dona Teresinha (PCB)
Magda Maria Borges, 44 anos, é natural de São Luís de Montes Belos (GO) e filósofa. Militante do movimento feminista e de pautas de direitos humanos, integrou conselhos municipais em Aparecida de Goiânia (GO) e leciona em cursos populares para a população de baixa renda.
Santana Pires (Patri)

1º suplente: Pedrão (Patri)
2º suplente: Guarda Chuva (Patri)
Nascido em Jaraguá (GO), Erciley Pires Santana tem 46 anos. Ele já disputou a vaga de deputado federal nas últimas eleições, sem sucesso. Seu partido lançou sua candidatura separada da coligação a que faz parte. Chegou a ter seu registro indeferido, mas um recurso garantiu sua participação na disputa para o Senado.
Vanderlan (PP)

1º suplente: Pedro Chaves (MDB)
2º suplente: Jader Melo (PP)
Nascido em Iporá (GO), Vanderlan Vieira Cardoso tem 55 anos. Empresário do ramo alimentício, foi prefeito de Senador Canedo (GO) entre 2005 e 2010, tendo também se candidatado ao governo de Goiás em 2010 e 2014.
Wilder Morais (DEM)
1º suplente: Domingos Sávio (DEM)
2º suplente: Bispo Abigail Almeida (DEM)
Wilder Pedro de Morais, 50 anos, é natural de Taquaral de Goiás (GO) e concorre à reeleição para o Senado. Ele se elegeu em 2010 como primeiro suplente de Demóstenes Torres. Wilder assumiu o mandato a partir de julho de 2012, com a cassação do titular. É empresário do ramo da construção civil e da mineração e foi secretário estadual de Infraestrutura em 2011.
Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)